Return to site

Como superar um término?

Quando um relacionamento chega ao fim entramos em um processo de luto.

Neste momento, se faz necessário uma reorganização da vida, o que inclui adaptação à falta, à ausência do outro. Não existe fórmula pronta que se aplique de modo a garantir a superação do rompimento, tampouco existe um tempo exato para que isso aconteça.

Mas é possível fazermos algumas considerações.

Como dito anteriormente, após o término de um relacionamento, entra-se em um processo de luto e para a psicologia, o luto possui alguns estágios.

A primeira fase é a negação. A pessoa encontra dificuldade em aceitar o término, questionamos o porquê disso estar acontecendo. Essa fase possibilita que não se entre em contato direto com a dor, até que se possa encontrar suporte para vivenciá-la.

Outro estágio é a raiva. Aqui é comum jogar sua dor no outro, culpabilizando-o pelo relacionamento não ter sido como gostaria. Sente-se injustiçada e não se conforma com o que está acontecendo.

Na fase da barganha tende-se a pedir uma segunda chance, fazendo promessas de mudanças, tentando negociar a retomada do relacionamento.

Na fase da depressão há uma tendência maior a solitude. A pessoa se recolhe em seu mundo interior sentindo-se, as vezes, impotente frente à situação. É uma fase que, geralmente vem acompanhada de incertezas, do medo de não encontrar outra pessoa, de não realizar-se nos relacionamentos.

Aceitação é a fase em que se começa a enxergar a situação com clareza e também o momento em que se dá conta que é preciso se movimentar para fechar esse ciclo.

Importante salientar que essas fases não ocorrem isoladamente e não existe uma ordem certa para tal. Elas podem, e geralmente, ocorrem simultaneamente.

Mas então, o que fazer para superarmos o término de uma relacionamento?

Cuidar de si. Independente da fase que você se encontra. Retome seus projetos de vida, algumas vezes os abandonamos quando iniciado o relacionamento.

Respeite o que você sente. O que preciso neste momento para elaborar melhor essa situação? É sair com os amigos, ir para a balada, me divertir? Ou me recolher, passar mais horas comigo mesmo?

Reavalie quais posturas e comportamentos você não gostaria de repetir em um próximo relacionamento.

Trabalhe suas faltas, mas sem exigência. Não se culpabilize.

Cada relacionamento tem sua importância se dele você extrair experiências.

Necessário se faz ter um relacionamento saudável e duradouro consigo mesmo.

E não se esqueça, um amor não cura o outro. Somos nós quem nos curamos.

All Posts
×

Almost done…

We just sent you an email. Please click the link in the email to confirm your subscription!

OKSubscriptions powered by Strikingly